INDIQUE A UM AMIGO   ADICIONE AOS FAVORITOS

Av. Com. Luciano Guidotti, 354 - Higienópolis - Piracicaba/SP - Brasil (CEP 13417-370)
FONE: (0xx19) 3301-7915 / FAX: (0xx19) 3301-7916

"Conheçamos e prossigamos em conhecer ao Senhor" (Oséias 6:3)
Homenagem aos Pais
Avaliação do Usuário: / 0
PiorMelhor 
Escrito por saulo   
Dom, 12 de Agosto de 2012 03:34

Segundo a enciclopédia virtual Wikipédia, o “Dia dos Pais” é uma data de origem duvidosa, possivelmente oriunda da Babilônia, onde, há mais de 4 mil anos um jovem chamado Elmesu teria moldado em argila o primeiro cartão. Desejava sorte, saúde e longa vida a seu pai, entretanto, a sua institucionalização é bem mais recente. Em 1909, nos EUA, Sonora Luise resolveu criar um dia dedicado aos pais, motivada pela admiração que sentia pelo seu pai, William Jackson Smart. O interesse pela data difundiu-se da sua cidade para todo o Estado de Washington e daí tornou-se uma festa nacional. Em 1972, o presidente americano Richard Nixon oficializou o "Dia do Pai".


No Brasil, é comemorado no segundo domingo de agosto. Relata-se que o publicitário Sylvio Bhering propôs a primeira celebração do “Dia dos Pais” para o dia 14 de agosto de 1953, dia de São Joaquim, patriarca da família Bhering.
Independente de onde vem esta data, de qual a sua origem, penso que sempre é tempo de prestigiarmos aqueles que são ou foram importantes em nossas vidas, como os nossos pais.
Infelizmente este é o quarto ano que celebro esta data na ausência do meu pai Waldemar, meu grande amigo e exemplo pra mim de muitas coisas, apesar de tê-lo sempre em meu coração e a certeza de que um dia nos veremos na glória eterna, contudo este é o meu segundo ano ao lado da minha bebê Yanni, meu presente de Deus, que aliás, nasceu exatamente na celebração do “Dia dos Pais” no ano passado.
Yanni, no hebraico significa “presente de Deus”, e profeticamente ela tem sido o meu maior presente realmente.
Tecer palavras como pai, e não somente como filho, talvez seja mais difícil, pois viver o milagre da paternidade é muito mais do que viver o milagre da vida.
Tenho descoberto a cada dia o valor de ser pai, exatamente nos momentos mais frágeis da minha filha, quando a tenho no colo, quando preparo o seu leitinho, quando dou a sua papinha; diante das dores e enfermidades, quando o choro e a insônia vêm por causa de um dentinho novo que surge... Enfim, dia a dia, vejo o quanto minha filha é protegida pela presença do papai e da mamãe ao seu lado.
Hoje sei, apesar de pouco tempo de uso, que ser pai é mais do que gerar alguém, mas garantir a sua vida para todo o sempre, pelo menos tentando que assim seja. É vencer o cansaço em favor do seu descanso, é permanecer acordado para que alguém possa dormir, é rever suas prioridades em função de um novo hóspede em sua casa, que agora deixa de ser sua, para ser de um novo ser.
Ser pai é se dar conta de que sua vida privada, única com sua esposa, nunca mais vai acontecer. Que o tempo mudou radicalmente, e que agora tudo depende de mais um, ou dois, ou três... Acredito que mesmo que os filhos cresçam, mudem de casa, de cidade, de país..., o sentimento da paternidade permanecerá intacto, sempre preciso em proteger e se preocupar com aquele que um dia adentrou em sua vida ou em seu coração, para nunca mais sair.
Ser pai é ter a continuidade da vida expressa no corpo e na alma de alguém. É se dar ao luxo e a alegria de dizer: “Esta é a minha bebê, não é a cara do papai ?” É deixar de gastar com você mesmo, para investir na vidinha da sua filha, resgatando sonhos da sua infância, indiretamente vivendo pra ela o que gostaria de ter vivido com você mesmo. É dar gargalhadas com um simples suspiro inocente ou algum som esquisito que forçosamente está dizendo papai (rsrsr).
No exercício da paternidade, tenho descoberto com mais propriedade a graciosa Pessoa de Deus, o quanto o Seu amor por mim e por você é real e perfeito. Certamente não há amor mais próximo do amor de Deus que o amor de mãe e de pai. Quando preocupo-me em cuidar da  minha bebê, vejo o quanto Deus tem cuidado de mim. Isto é tremendo. Parece-me que a graça da paternidade deu-me lentes novas para enxergar Deus de uma maneira diferente, talvez com mais propriedade, se é que alguém pode ter propriedade para ver o Pai.
Quero aqui parabenizar todos os pais deste planeta, da América do Sul, da “Terra de Santa Cruz”, do Estado dos paulistas, da “cidade onde o peixe para”, da Igreja do Nazareno Jardim Elite, da minha família...; quero aqui me parabenizar pela filha linda que eu tenho (cara do papai dela), e louvar a Deus pelo privilégio de descobrir o quanto é maravilhoso ser pai, cujo passos tem sido assistidos por Ele, pelo melhor Pai do mundo. Glória a Deus !

A todos os papais, um Feliz “Dia dos Pais”. Que o Senhor sempre nos capacite a sermos pais segundo o Seu querer e os Seus planos para os nossos filhos.

Rev. Saulo Stratico Jardim – 12/08/12 – 00:29h

Última atualização em Dom, 12 de Agosto de 2012 04:03
 
© 2011 Igreja do Nazareno Jardim Elite de Piracicaba-SP | Todos os direitos reservados
Desenvolvido por NetiCom Brasil - Agência Web